O aspecto motivacional como um fator estratégico em Gerenciamento de Processos de Negócio - Parte2

Trate bem seus colaboradores! Sim, trate-os muito bem e certamente seus clientes consequentemente também serão bem tratados. Este é efetivamente o chamado "efeito dominó". Use a motivação como uma estratégia de gestão neste século XXI.

Um cliente é cliente de sua organização enquanto ele estiver na posição de consumidor, mas não se esqueça de que ele também é colaborador de outra organização. O oposto também é verdade. Um colaborador de sua organização também é cliente de outra organização e assim sucessivamente.

Enquanto seres humanos todos gostamos de ser bem tratados. É uma questão de humanidade.

Lembre-se de que seus colaboradores são a estrutura base para que as engrenagens de seus processos fluam com excelência.

Colaboradores insatisfeitos não tem prazer de produzir com excelência. É fato.

Um dos grandes desafios de implantar BPM nas organizações é justamente como envolver as pessoas para uma nova cultura organizacional baseada em processos. É preciso haver uma certa habilidade na proposição deste novo aculturamento que reside na capacidade de moldar novas crenças nas pessoas.

As organizações atuantes no mercado devem aperfeiçoar-se constantemente e os colaboradores precisam sentir que tem uma participação importante na organização inteira, que todos estão no mesmo barco e que vão ganhar ou perder juntos.

Muitas organizações têm utilizado estratégias que algumas vezes não são as melhores, mas felizmente algumas estão acordando para a realidade: o que realmente faz a organização estar em destaque não são somente os recursos de última geração, a organização não é simplesmente corpo, possui alma também, e é justamente esse lado que faz a organização ter sucesso ou fracasso.

Na realidade, a organização é dividida em corpo e alma. O corpo pode ser descrito como a parte física da organização, ou seja, os recursos materiais. A alma pode-se dizer, é a parte humana, composta por pessoas que produzem de acordo com a motivação que recebem.

Logicamente, como todo ser humano precisa de um alimento espiritual para se renovar internamente, a alma da organização igualmente necessita receber valores, algo que motive para poder produzir com qualidade.

Na atualidade, a organização para ter sucesso precisa investir muito mais na parte humana, ou seja, precisa olhar para a alma da organização e enxergá-la não somente como uma equipe que produz para atingir os objetivos da organização, mas que perceba, de fato, que a integração, a motivação, entre outros valores, são muito importantes.

É muito importante para as organizações terem ganhos diferenciais competitivos, poder contar com ótimas instalações físicas, os mais modernos equipamentos, móveis e utensílios, bem como utilizar tecnologia de ponta; mas o grande diferencial é o ser humano.

Para ter e manter o sucesso, a organização precisa operar com pessoas capacitadas e motivadas, sendo que para isso são fundamentais a integridade de propósitos e a lealdade de conduta.

 

Faço a mesma pergunta do artigo anterior: Mas será que todas as organizações estão preparadas para motivar as pessoas?

 

Escrito por: 

Alessandra Silva

Consultora, Instrutora e Professora Mestre em Gestão por Processo (BPM)

 

Referências: 

 

ABPMP BPM CBOK™, V3.0. Guide to the Business Process Management Common Body of Knowledge. 2013.

CASSARRO, Antonio Carlos. Construindo o futuro de seus negócios: Como planejar e agir com visão estratégica.1. ed. São Paulo: LTr, 1997.

SILVA, Alessandra de Oliveira. MOTIVAÇÃO HUMANA: Estratégia de Gestão, com vistas ao século XXI, representada em estudo de caso. São Paulo, 2000. Tese de mestrado em administração – Centro Universitário Ibero Americano, 2000.

GREEN, Alan. Uma empresa descobre sua alma: um ano na vida de uma organização em transformação. 1. ed. São Paulo: Negócio Ltda, 1996.